sábado, janeiro 14, 2012

Terras del Rei - Alentejo - Portugal

2010.
Tinto. 50%  Trincadeira, 30% Aragonez, 20% Castelão.

Um vinho cansativo.

No nariz apresenta aromas de frutas roxas maduras, mas com um tanto de baunilha em excesso, adocicado, com um toque mentolado.

Na boca é bastante frutado, tem acidez acentuada, taninos tímidos, bastante alcoólico, mas não muito fino e sem muito equilíbrio. O vinho é feito para agradar o paladar menos refinado, e talvez tenha sucesso.

2 comentários:

Joao Barbosa disse...

há muito tempo que não bebo um destes, mas a memória que tenho não anda longe dessa. é um vinho de «combate», que se vende muito, em Portugal, em restaurantes de gama baixa... diria que é até um clássico. o que não faz, necessariamente, dele bom.

zé bento disse...

Eu gosto...