segunda-feira, janeiro 15, 2007

Redondo - Portugal

Alentejo, 2003.
Tinto.

Vermelho escuro, com aroma vinico predominante com algo de madeira, mas pouco. Aroma discreto e gostoso. Ao beber sua estrutura é mediana, com taninos "redondos". Muito bom para acompanhar refeições de maneira geral.

Como a grande maioria dos portugueses é equilibrado e é uma boa compra. Geralmente encontramos este redondo na faixa de uns 20 reais, e sempre consideramos ele um bom vinho cotidiano, o que não é fácil.

Muitas pessoas consideram que o vinho cotidiano é o melhor custo benefício de baixo preço, o que não é necessariamente verdade. Explicamos: além de apresentar um ótimo custo benefício o vinho precisa ser versátil e valente, aguentar bem situações de festa, acompanhar razoavemente bem comidas fortes e fracas e agradar diversos paladares.

Ou seja, um vinho pode apresentar um ótimo custo benefício mas ser um vinho de características muito marcantes, muito doce ou muito tânico, que não acompanha qualquer prato, ou até mesmo um vinho chato para o dia a dia, cansativo. Ou seja, fazer um bom vinho cotidiano é uma tarefa muito difícil, uma honra para poucos.

Bem, este vinho Redondo nós colocamos no honroso patamar de um "bom vinho cotidiano".

Um comentário:

Vinho para Todos disse...

Ontem fui ao Carrefour e encontrei este mesmo vinho a $32. Um absurdo, se compararmos o preço que vocês pagaram aí em Brasília. A prova vai ficar para uma outra ocasião. Abraço.